FDA finalmente admite que a carne de frango contém arsénio

Depois de muitos anos a tentar esconder, a FDA (Food and Drug Administration) finalmente admitiu que a carne de frango vendida nos EUA contém arsénio, uma substancia química tóxica que causa cancro e até ser fatal se for consumido em doses elevadas. É adicionada arsénio á ração dos frangos de propósito.

A própria FDA diz que a sua pesquisa mostra que o arsénio adicionada á ração dos frangos acaba na carne, onde é consumida pelos seres humanos. A FDA negou sempre que o arsénio acabasse na carne dos frangos. Mas agora é tão inegável que o fabricante do produto de alimentação de galinhas conhecido como Roxarsone decidiu retirar o produto das prateleiras. E o nome do fabricante que tem vindo a colocar arsénio na alimentação dos frangos é a Pfizer, a mesma empresa que faz vacinas que contêm adjuvantes químicos que são injectados em crianças.

Mas mesmo que os produtos com arsénio sejam retirados das prateleiras, a FDA continua a sua campanha de negação, afirmando que o arsénio nos frangos é de tão baixo nível que ainda é seguro para comer. A FDA invadiu dezenas de empresas que vendiam produtos naturais à base de plantas ou produtos nutricionais para reforçar e apoiar a saúde.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s