Cirurgia dentária causa americana a falar com sotaque britânico.

“Quando falo agora as pessoas perguntam-me onde é que eu arranjei o meu sotaque. Bem… Arranjei num dentista em Toledo.” diz Karen Butler.

Butler acredita ter o síndrome de sotaque estrangeiro, uma condição tão rara que há apenas 60 casos conhecidos mundo inteiro. Butler é uma consultora fiscal de 56 anos de idade, natural de Toledo, acordou com um sotaque estranho, que poderia ser tomado por qualquer coisa do Leste Europeu para sueco e britânico, após uma cirurgia dentária em Novembro de 2009.

Butler fez uma cirurgia para remover o dente superior e inferior frontal devido a uma gengivite. Depois do inchaço diminuir na semana seguinte, Butler ainda não tinha recuperado o seu sotaque original. O dentista disse-lhe que era uma questão de se acostumar com os novos dentes.

Mas parece que um ano e meio depois o sotaque continua.

“Eu tinha acabado de ter a cirurgia, então ao princípio assumi que era devido ao inchaço, mas depois de uma semana o inchaço diminuiu e o sotaque continuou”, disse Butler.

O sotaque acidental é geralmente transitório e desaparece em semanas ou meses, disse o Dr. Ted Lowenkopf, neurologista e director médico da Providência Stroke Center em Portland.  Mas quanto mais tempo dura, o mais provável é ficar para sempre.

O síndrome é muitas vezes resultado de uma lesão cerebral, mas Butler diz não ter tido nenhum acidente vascular cerebral ou qualquer tipo de trauma cerebral. Também referiu que não consegue obter um exame ao cérebro porque o seu seguro hospitalar não cobre isso.

“Nós não sabemos exactamente como ou porquê que isto aconteceu, mas a verdade é que simplesmente afecta o ritmo da sua língua “disse Dr. Helmi Lutsep, professor e vice-presidente do Departamento de Neurologia da Oregon Health & Science University.

Embora a terapia da fala poder ajudar Butler a recuperar o seu sotaque , ela diz que já se acostumou ao novo.

“Eu pareço ser completamente normal e estou muito bem com o novo sotaque” disse ela.”Com sentido de humor, pode-se enfrentar qualquer coisa.”

Ela ainda leva o sotaque como um benefício:
“Eu costumava ser tímida”, disse ela. “Mas agora, há sempre algo para falar”

Então com esta noticia já sabem amigos, se quiserem arriscar ficar com um sotaque africano não lavem os dentes.

 

 

 

4 responses to “Cirurgia dentária causa americana a falar com sotaque britânico.

  1. Eu sinceramente acho que isto é mais um daqueles escândalos americanos. Em pequena tinha um sotaque americano puro e agora tenho um britânico. Estou horrorizada e completamente em desacordo com a parte “(…)mas a verdade é que simplesmente afecta o ritmo da sua língua”. Os sotaques nada têm a ver com o RITMO da língua, nem com a rapidez em que ela se mexe. Sim, em espanhol mexem a língua mais depressa que os portugueses, mas isso é simplesmente porque a pronúncia e as palavras ligam-se mais faiclmente e dá para acelerar um bocado mais a fala. Um sotaque incorpora o movimento da língua, inspirar ou expirar ao pronunciar uma palavra e o movimento tanto dos lábios como da posição do maxilar.
    Sempre que quero falar com pronúncia americana abro mais a boca instintivamente, ao falar holandês parece que tenho algo preso na garganta e alemão é como se pretendesse cuspir para todos que vejo na frente, já sueco mexo os lábios e a língua semelhantemente a um japonês só que com menos ênfase nos “i”.
    Acredito que talvez a remoção dos dentes tenha afectado algo no cérebro numa área que afecta o movimento da boca e consequentemente a forma de falar e assim o sotaque. Mas dizer que o ritmo da língua afecta o sotaque enjoa-me.

    Ah, agora lembrei-me, dos 6 aos 7 anos removi, se bem me lembro, 3 dentes molares. Será que foi por isso que passei de americano a britânico? :b
    Ah não, agora lembrei-me que mudei de uma família e educação americana para uma irlandesa/britânica.

    • Grande comentário.
      O que afectou com o ritmo da língua supostamente foi a cirurgia.
      É óbvio que ela não ficou com o sotaque britânico, passo a explicar-te, é uma maneira de explicar a mudança que a voz da mulher sofreu,e que eu pensava que toda a gente iria perceber.
      Até porque eu não mencionei no blogue mas posso mencionar agora:
      “Although we think it sounds like a British accent, if you had a language expert listening to her, they would say that’s not an English accent,” said Lowenkopf. “It’s sort of an amalgam of different-sounding speech that sounds like a foreign accent. But it’s not truly typical of any one foreign accent.”
      Deves perceber bem inglês
      Para a próxima eu faço os post’s menos reduzidos tens razão, ainda estou a trabalhar nisso não faço isto a muito tempo
      Obrigado pelo comentário ;D

      • Hah na boa, eu sou bastante defensora das minhas ideias ainda hei-de comentar mais :b
        Não há nenhum vídeo com a senhora a falar por acaso? Adorava ouvir😛

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s